Engenharia de Energia

O profissional desta área lida com todas as formas de energia que compõem a matriz energética brasileira – seja ela renovável, como hídrica, solar, eólica ou de biomassa, seja não renovável, obtida de petróleo, carvão, gás natural ou material radioativo, como o urânio (usado em usinas nucleares). Avalia as necessidades de uma região ou setor e desenvolve projetos econômica e socialmente viáveis, sempre buscando soluções seguras e sustentáveis, que não agridam o meio ambiente. Além disso, ele coordena programas de contenção e uso racional da energia.

Duração do curso: 5 anos

Mercado de Trabalho: O campo de atuação é vasto e inclui empresas geradoras, transmissoras, distribuidoras e comercializadoras de energia, além de órgãos governamentais, onde o graduado formula políticas públicas para o setor. Pode ser autônomo, prestando consultoria em eficiência energética. A busca por novas fontes de energia (eólica, solar e marítima, tirada das ondas do mar) abre mercado em pesquisa e desenvolvimento.

Piso salarial: O minimo é de R$ 3,000.00

Newsletter

fique por dentro das novidades!