Confira 6 tópicos imprescindíveis de Química para o Enem 2015

Geralmente a relação com o meio ambiente aparece na prova, mas como contexto de outras questões, como eficiência de combustíveis

As provas do Enem 2015 acontecerão nos dias 24 e 25 de outubro. O professor do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) Paulo Thiago Costa esclarece alguns tópicos que os candidatos para arrasar durante a prova. Confira:

1 – Química ambiental

Segundo o docente, “o Enem trabalha com competências e, por isso, uma delas esperada pelo candidato é que ele consiga relacionar toda a química com assuntos ambientais”. Geralmente a relação com o meio ambiente aparece na prova, mas como contexto de outras questões, como eficiência de combustíveis, eletroquímica ou pilha.

2 – Transformações químicas

Um tópico que merece destaque dentro do assunto é o cálculo estequiométrico. Costa afirma que a maior dificuldade dos candidatos está na interpretação dos enunciados e não no uso dos recursos matemáticos. A dica para ter um bom desempenho e conseguir solucionar a questão é praticar por meio da realização de muitos exercícios. “É importante entender como lidar quando aparecem reagentes limitantes, em excesso, quando há impureza ou quando temos uma reação que não tem rendimento 100%”, indicou.

3 – Equilíbrio químico

“O assunto é muito vasto, mas o Enem foca em dois temas: deslocamento de equilíbrio e o equilíbrio iônico”, comentou. Uma questão comum na prova é cobrar que o aluno fazer com que o candidato identifique se uma solução é básica, ácida ou neutra, por exemplo.

4 – Química Orgânica

Esse não foi um tema tão aprofundado no Enem nos últimos anos, mas recorrente, segundo o que o professor pode acompanhar. No entanto, afirmou que “o aluno precisa ter pleno conhecimento do que é uma função orgânica e quais são elas”. Para detalhar, listou essas funções: álcool, éter, éster, ácido carboxílico, amina e amida. Além disso, também enfatizou que podem ser cobradas reações químicas clássicas simples e um pouco de isomeria. Ela refere-se à identificação dos compostos com a mesma fórmula molecular, mas que são diferentes.

5 – Termoquímica

Thiago Costa explicou que a termoquímica é a área responsável por estudar a relação entre as reações químicas e a energia. Em relação ao Enem, afirmou que “envolvem a necessidade da realização de cálculos ou interpretação de reações de modo a descobrir qual delas é mais eficiente ou gera menos poluição, por exemplo”.

Temas recorrentes

Segundo o professor, dois assuntos que merecem destaque no momento da revisão são a separação de misturas, as ligações químicas e as forças intermoleculares. Confira:

Separação de misturas:

Para Costa, a justificativa para o aparecimento do tema é que “é algo do dia a dia, que o aluno realmente precisa raciocinar com base em um enunciado, interpretar e conseguir propor uma solução viável”.

Ligações químicas e forças intermoleculares:

É importante que o aluno entenda como essas interações que existem entre as substâncias acontecem. Assim, segundo o docente, “podem cair questões de toda a Química, mas as questões costumam ter um apelo de contextualização e ambiental”.

Com informações do Universia Brasil

Fonte: Tribuna do Ceará

Newsletter

fique por dentro das novidades!